Capa Oficial para Trabalhos

     A capa deve ser exatamente como o modelo abaixo, sendo SUBSTITUÍDO o que está em vermelho pela informação solicitada.
Atualize o ano para 2014.


Tipos Textuais: Descrição

Quando falamos em texto, podemos classificá-lo quanto ao seu:

a. Tipo (são três)
b. Gênero (são diversos)

Tipos Textuais
Há basicamente três tipos de textos: descrição, narração e dissertação. Cada um deles possui características próprias de construção. Veremos a seguir somente um deles:

Descrição
Descrever é contar em detalhes algo que se viu ou imaginou. Assim, descrição ou descritivo é o mesmo que descrever algo. Descritor é o termo dado a quem descreve algo.

Descrição é um texto parado, isto é, não é dinâmico. Esse fato pode tornar o texto entediante, chato. Descreve-se um objeto, uma pessoa, um animal, um acontecimento, um lugar, uma imagem, um sentimento, um cenário, etc. Esse tipo textual requer observação cuidadosa, mostra detalhes que podem ser físicos, morais, emocionais, espirituais. Pode-se descrever o que vemos, o que imaginamos. Ex:

“Meus cabelos eram muito bonitos, dum negro quente, acastanhado nos reflexos. Caíam pelos meus ombros em cachos gordos, com ritmos pesados de molas de espiral.” (Mário de Andrade)

 Dicas para criar um texto descritivo
Quando for descrever, observe: cores, altura, comprimento, dimensões, características físicas, psicológicas, sensações, tempo e clima, vegetação, perspectiva espacial, peso, textura, utilidade, localização

 Características de um texto descritivo
a) Presença de muitos adjetivos. Ex: O dia transcorria amarelo, frio, ausente do calor alegre do sol.
b) Frases curtas dão um tom de rapidez ao texto. Ex: Vida simples. Roupa simples. Tudo simples. O pessoal, muito crente.
c) Sensibilidade para combinar e transmitir sensações física (cores, formas, sons, gestos, odores) e psicológicas (impressões subjetivas, comportamentos).
d) Verbos de estado. Ex: Ser, estar, ficar, permanecer, continuar, sustentar, ter...
e) Linguagem metafórica, ou seja, simbólica: Olhos verdes como a grama dos campos mais floridos.

Classes Gramaticais ou Classes de Palavras


São 10 classes gramaticais:

Substantivo
Dá nome às coisas. Ex: sereia, giz, Amarílis, atitude, amor...

1) Substantivo Comum = dá nome a várias "coisas" ao memso tempo. Ex: aluno.
2) Substantivo Próprio = dá nome a algo específico, único. Ex: Brenda.

Adjetivo
Caracteriza o substantivo ou o pronome, ou seja, diz como algo é ou diz como algo está. Ex: O rapaz doente veio à escola.

Preposição
Liga termos. Invariável. São preposições (em negrito):

1) a (= outra preposição) + o = ao
2) ante
3) até
4) após
5) com
6) contra
7) de + aquilo = daquilo, de + as = das


8) desde9) em + a = na
10) entre
11) para
12) por + os = pelos
13) perante
14) sob
15) sobre
16) sem
17) trás

Verbo
1º passo - reconhecimento
* Conjugar. Ex:
LUA - Eu luo, nós luamos (não existe, portanto, "lua" não é verbo)

Trabalho - eu trabalho, nós trabalhamos (existe, portanto, "trabalho" é verbo)

2º passo
* Verificar se a palavra não é substantivo ou adjetivo. Ex:
O trabalho é difícil (trabalho dá noma para uma atividade, então "traablho" não é verbo; é substantivo)

Trabalho demais. (trabalho não dá nome nem caracteriza para nada, portanto, é verbo)

3º passo
* Número: singular (refere-se a uma única "coisa") ou plural (refere-se a mais de uma "coisa")
* Pessoa: 1ª (eu, nós), 2ª (tu, vós), 3ª (ele, ela, você, eles, elas, vocês)

Gêneros textuais

Quando falamos em textos, podemos classificá-los quanto ao seu:
     a. Tipo (são três)
     b. Gênero (são vários)

Gêneros Textuais

Nem sempre percebemos, no nosso dia a dia convivemos com uma variedade muito grande de textos: cartazes, painéis, panfletos, telejornais ou jornais, e-mail, manual de instrução e outros mais.

O mais importante de tudo isso é sabermos que todos eles possuem uma finalidade, um objetivo, como fonte de contato, nos informar, nos orientar, nos estimular a conhecer, etc.

Essa variedade de textos denomina-se “gêneros textuais”, pois cada um possui uma importância para nós. E o mais importante: possuem características próprias quanto à linguagem e quanto à forma que os compõem.

Classes Gramaticais: Pronomes

Classes Gramaticais
Pronomes
Substituem nomes, substantivos. São seis. Primeiramente, relembraremos cinco:



1) Pronomes Pessoais: divide-se em 03 tipos:

a- Pronome Pessoal do Caso Reto (indicam a pessoa do verbo):

Singular: eu, tu, ele
Plural: nós, vós, eles

b- Pronome Pessoal do Caso Oblíquo (podem ser substituídos – mentalmente – pelos do Caso Reto):

Singular: me – mim - comigo, te – ti - contigo, o – a – lhe – se – si – consigo
Plural: nos – conosco, vos – convosco, os – as – lhes – se – si – consigo

c- Pronome Pessoal de Tratamento (substituem a 3ª pessoa):

Vossa Excelência, Vossa Senhoria, Vossa Santidade, Vossa Alteza, Senhor (a/ ita), você...

2) Pronomes Possessivos: expressam ideia de posse, de que algo lhe pertence:

Singular: meu – minha – nosso – nossa, teu – tua – vosso – vossa, seu – sua
Plural: meus – minhas – nossos – nossas, teus – tuas – vossos – vossas, seus – suas

3) Pronomes Demonstrativos: mostram algo:

Singular: este – esta, esse – essa, aquele – aquela
Plural: estes – estas, esses – essas, aqueles – aquelas
Neutro: isto, isso, aquilo

4) Pronomes Interrogativos: são utilizados em perguntas:

quem, que, qual, quanto e variações.

5) Pronomes Indefinidos: não é possível reconhecer a quem se refere:

Pessoas: quem, alguém, ninguém, outrem;
Lugares: onde, algures, alhures, nenhures;
Pessoas, Lugares, Coisas: que, qual, quais, algo, tudo, nada, todo (a/s), algum (a/s), vários (a), nenhum (a/s), certo (a/s), outro (a/s), muito (a/s), pouco (a/s), quanto (a/s), qualquer (s), cada.